Precisa realizar cirurgia bariátrica ou mastopexia reparadora pós-bariátrica, mas o seu plano de saúde está negando a cobertura?

É possível ter acesso através de uma liminar judicial! Entre em contato conosco, converse com nossos advogados especialistas e saiba mais.

O que fazer quando o plano negar a sua cirurgia bariátrica ou mastopexia

1º Passo:

Entre em contato conosco para receber orientação jurídica especializada;

2º Passo:

Descubra com um de nossos advogados especialistas se você tem direito à cobertura pelo plano de saúde;

3º Passo:

Entre com ação judicial para obtenção da realização da cirurgia por meio do plano de saúde;

Fale conosco e agende seu atendimento:

Como podemos te ajudar

Orientação jurídica especializada para reversão de negativa de cirurgia bariátrica e mastopexia reparadora pós-bariátrica;

Ação judicial para concessão da cobertura da cirurgia bariátrica e mastopexia pelo plano de saúde;

Descubra se você tem direito à cobertura das cirurgias. Converse conosco:

Quem somos

O escritório Hugo Santini Victuri é especializado em Direito da Saúde e tem como missão ajudar pessoas que precisam passar pela cirurgia bariátrica ou mastopexia reparadora e estão recebendo a negativa do plano de saúde.

Prestamos um serviço jurídico eficiente, personalizado e de alta performance para que nossos clientes tenham acesso ao tratamento que têm direito e possam recuperar sua qualidade de vida, saúde e bem-estar.

Com ética profissional e respeito às peculiaridades de cada caso, cuidamos para que cada cliente tenha seu direito resguardado e obtenham êxito em suas cirurgias.

Atuamos de forma 100% digital, solucionando todos os problemas dos nossos clientes relacionados a negativa de plano de saúde.

Contato

Perguntas Frequentes

Se o seu plano de saúde negar a cobertura para a cirurgia bariátrica, o primeiro passo é solicitar uma justificativa formal por escrito da negativa. Verifique se a negativa está de acordo com as diretrizes da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) e as indicações médicas para o procedimento. Caso a negativa seja injustificada, você pode recorrer administrativamente junto ao plano de saúde ou procurar um advogado especializado para tomar as medidas judiciais cabíveis.

Sim, a mastopexia pode ser considerada um direito do paciente pós-bariátrico quando há indicação médica de que o procedimento é necessário para a completa reabilitação física e psicológica do paciente.

Sim, a cobertura da cirurgia bariátrica e mastopexia pelos planos de saúde é regulamentada pelas normas da ANS, que estabelecem as condições em que esses procedimentos devem ser cobertos. A jurisprudência brasileira também tem reforçado o entendimento de que, quando há indicação médica, os planos de saúde não podem negar cobertura para esses procedimentos, com base no Código de Defesa do Consumidor e na Constituição Federal, que garantem o direito à saúde.

A necessidade deve ser comprovada por meio de relatórios e laudos médicos detalhados, incluindo exames que justifiquem a indicação do procedimento.

Os planos de saúde possuem prazos regulamentados pela ANS para responder às solicitações de autorização de procedimentos cirúrgicos. Para cirurgias eletivas, como a bariátrica e mastopexia, o prazo é geralmente de até 21 dias úteis a partir da data de solicitação. Se o plano de saúde não responder dentro desse período, a solicitação pode ser considerada aprovada por omissão.

2023 - Todos os direitos reservados

Este site não é um produto Meta Platforms, Inc., Google LLC, tampouco oferece serviços públicos oficiais. Somos um escritório de advocacia, que oferece serviços jurídicos, privativos de advogados, de acordo com a legislação vigente e o Código de Ética e Disciplina da OAB.